Um carro e uma cadeira de rodas

Acessibilidade. Parece que o mundo acordou, finalmente, para uma grande injustiça. Ou, por outra, muitas pessoas estão finalmente tentando fazer alguma coisa.

Falo daquelas situações pelas quais passam as pessoas que necessitam se locomover numa cadeira de rodas. As pessoas hoje chamadas de cadeirantes.

Algumas nasceram com alguma limitação que as obrigam a se utilizar das cadeiras, outras, por razões diversas, passaram a utilizá-las depois de tempos de vida.

Mas o que me levou a escrever este post, é uma propaganda que tem sido veiculada na televisão sobre uma situação infeliz que acontece comumente. Nesta propaganda, uma garota em cadeira de rodas passa a maior dificuldade para  acessar uma calçada, pois o local pelo qual ela poderia facilmente subir (a rampa) está bloqueada por um carro, parado por um homem, muito bem trajado e teóricamente (bem se ve) bem educado.

Esta é uma situação real. Tenho visto isto continuamente. Acho o fim da picada.

Inclusive, há poucos dias, infelizmente, vi um carro oficial, de um setor de segurança, num shopping, parado exatamente onde? na vaga para cadeirantes. Neste dia, o estacionamento não estava cheio, é verdade, mas a vaga especial não é qualquer uma. Se a vaga é aquela, é porque aquele local vai facilitar o acesso ao estabelecimento. Se não fosse assim, as vagas para cadeirantes poderiam estar em qualquer lugar do estacionamento. Mas não é assim. Estas vagas sempre estão próximas à porta. Isto não é à toa.

Foi um pouco decepcionante. Mas o motorista, alertado, logo foi retirar o veículo do local. Pelo menos isso.

Se cada um de nós fizer o pouquinho que nos cabe, o coletivo todo irá ser beneficiado.

Eu procuro fazer a minha parte, com todo empenho. E sei que você, que me lê, também.

Então, obrigada, em nome de quem, neste momento, não pode lhe agradecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *