Arquivo da tag: ônibus

4000 km prá que mesmo?

Embora tenha um quê de surreal, esta história aconteceu de fato.

No dia das mães de 1993, recém chegados a uma cidade no oeste de Santa Catarina, fomos convidados a almoçar na casa de um colega de trabalho a quem ainda não havíamos sido apresentados, visto que ele havia chegado de férias naquele fim de semana.

Fiz um prato, que não lembro qual (porque não gosto de chegar na casa de alguém de mãos vazias), e fomos ao bendito almoço. Em lá chegando, fomos recebidos muito bem pela dona da casa. Porém seu marido, mostrava-se extremamente irritado. Sabe quando fica um clima meio estranho, um mal estar geral? Pois bem, este era o clima.

Com o tempo passando, e depois de uma boa quantidade de vinho e cerveja, o anfitrião começou a falar. E falou muito.

O motivo de tanta irritação? Bem, meu marido é cearense. E o rapaz tinha acabado de chegar de onde? Do Ceará. E começou a explicação.

Ele estava deveras irritado, pois, ao chegar a Fortaleza, ele não tinha conseguido achar uma churrascaria decente prá comer um churrasco bem gordo. Eu juro. Eu quase caí da cadeira. Faltou pouco. E não me contive. (e por isso passamos quase 3 anos trabalhando juntos sem nos tolerarmos muito).

Perguntei prá ele qual era o sentido de alguém se dispor a viajar quase 4000 km de ônibus (excursão), ir prá uma cidade litorânea, em que o forte gastronômico é frutos do mar, e querer comer somente churrasco gordo? Como assim? Onde estava a lógica disto? Seria como um cearense vir prá cá e pedir prá comer somente lagostas maravilhosas como as de lá, que aqui não tem mesmo. (sou daqui e afirmo isso).

Eu ainda argumentei com ele que em Fortaleza havia muita churrascaria boa, nós mesmos conhecíamos várias. E ele nos contra-argumentou que até tinha, mas as carnes não eram gordas o suficiente.

Realmente não entendo como alguém passa tanto tempo na estrada, e quando chega ao seu destino, ao invés de procurar conhecer os costumes, cores e sabores do local que está visitando, não aceita se desapegar do que deixou em casa. Francamente, viajar tanto prá comer o que como em casa? E ainda falando mal do local visitado?

Então prá que, hein? Que fique em casa, não atrapalhe os outros (porque ele passou a viagem toda enfezado), economize o dinheiro da viagem, e continue na sua ignorância cultural.

mini churrasquinho de inverno. em 2010.

Ps.: esta foto aí de cima é de um churrasquinho feito num dia super frio, e é só prá dar uma vontadezinha em todo vocês.