Propagandas e outros que tais com probleminhas básicos

Novamente, pessoal, peço desculpas por ser chata.

Mas sabe o que é?

Eu estava vendo televisão, e andei percebendo uma coisa que acontece repetidamente nas propagandas, principalmente. Sejam elas na televisão, ou impressas. Na verdade, isto acontece também em novelas, filmes e outros programas.

Vocês já repararam que muitas, mas muitas vezes mesmo, quando alguém está usando um notebook nas situações que falei acima, ele está sendo usado em cima de uma cama?

Mas peraí. Quando ganhei o meu, é, ganhei, veio junto um manualzinho de instruções.

Eu, ao contrário da maior parte das pessoas, adoro ler um manual. E, naturalmente, li o do meu notebook também. E lá estava escrito: manter as saídas de ar liberadas, para que não ocorra um superaquecimento inteno, o que viria a prejudicar o funcionamento do aparelho. Falam inclusive nas temperaturas máxima e mínima ideais para a perfeita conservação do aparelho.

Pois bem, como então nas cenas que a gente observa costumeiramente, o notebook está bem acomodadinho entre cobertas e/ou lençóis? Normalmente, não dá de ver se o aparelho está ligado ou não, mas seja como for, fica o exemplo, ou por outra, o mau exemplo, ou não é?

Quem vê a propaganda, ou as outras situações,e não leu o manual de instruções, pode achar que, se o pessoal usa assim (na cama) então tudo bem. E muita gente compra um notebook pela facilidade em usá-lo. E usa errado. Bem errado, diga-se de passagem.

Na minha opinião, quando alguém propõe o uso de notebooks na televisão ou em revistas, deveria se preocupar com estes detalhes. Afinal, televisão e revistas são veículos de muita influência. Não custava muito colocar o aparelho sobre uma pataforma, ou fazer alguma observação sobre a ventilação, sei lá.
Mas acho que seria de muita utilidade.

Afinal, notebook não é um aparelho exatamente barato. E se as pessoas ainda não se acostumaram a ler os manuais, por que não dar uma dica rápida?

Ou que pelo menos que não se mostre as coisas de um jeito errado.

Já ajudaria muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *