Não gosto de supermercado

Tem um pessoal aí, maldoso que só, que diz que sou meio esquisita.

Mas vejam vocês.

Só porque não gosto muito de batata frita, sorvete, chocolate como ingrediente de qualquer coisa, shopping e supermercado, posso ser considerada esquisita?

Batata frita eu até como, mas muito às vezes. Sorvete uma vez por ano, e mesmo assim como ingrediente de um sundae. Chocolate, somente sozinho, mas agora não posso mais comer. Shopping acho um saco, talvez porque não gosto de provar nem de comprar roupas.
Agora, mercado, odeio. Com todas as letras possíveis.

Não sei o preço de quase nada, e se me convidam prá ir a algum supermercado fazer compras e eu aceito, põe a mão na minha testa, vê se estou com febre. Ou melhor, chama logo um médico que estou mal.

Claro, acompanho meu marido às vezes. Mas sempre que consigo enrolar, acabo ficando esperando no carro mesmo. A não ser que ele seja mais esperto que eu, fale em colocar o carro no estacionamento coberto, e, credo, tenha vaga. Aí, não fico. (É a tal da claustrofobia, que falei no post abaixo deste). Porque, normalmente, estacionamentos cobertos são meio escuros, tem cheiro de coisa embolorada, aquele monte de carro parecendo que vai sufocar a gente. Não gosto. Não gosto mesmo.

Mas se minhas rezas dão certo e não tem vaga no coberto, e temos que estacionar no aberto, viva, não saio do carro. Fico esperando. Nem me importo com o tempo de espera.

Pode demorar a vontade naquelas filas medonhas. Aquele monte de comida dentro de carrinhos. Vou ficando enjoada só de olhar.

Muita comida junta me deixa assim. Até em restaurante tipo em quilo não me sinto bem. Não gosto de muita comilança. Muito embora meu tipo físico meio, digamos, pro roliço, mostre o contrário.

Então, me digam, sou realmente esquisita? Só porque não gosto destas míseras coisinhas que quase todo mundo adora?

Batata frita, sorvete, chocolate, shopping e supermercado.

Deixo prá vocês.

2 pensou em “Não gosto de supermercado

  1. Gosto é gosto, fazer o que? Uma vez comi banana com maionese e gostei, e qual é o problema?

    O dia que tiver batata-frita aí e não quiser comer, pode mandar pra cá que eu aceito de boa.

  2. @Daniel Becher, banana com maionese ainda não comi. mas vou provar. agora, uma farofa de banana que aprendi a fazer na bahia, é tudo de bom. quanto à batata frita, cê acha que a turma deixa um palitinho sequer dando sopa? eles dão é graças a Deus que é uma a menos prá comer. nãochega aí nem cheirinho de batata…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *