Arquivos da categoria: Brasil

Por que eu ainda me emociono?

O título deste post é uma pergunta. Para a qual ainda não encontrei uma resposta.

Há 3 dias, específicamente dia 3, ocorreu o primeiro turno das eleições para presidente e outros cargos, neste país.

Como alguns deles não foram devidamente preenchidos, incluindo-se aí o de presidente da república, dia 31 iremos novamente às urnas.

Não quero discorrer aqui sobre o processo eletivo, partidos, candidatos ou outros que tais.

O que me interessa neste momento é falar da minha emoção na hora de votar.

Apertar aquelas teclinhas me levaram às lágrimas. Devidamente contidas enquanto na cabine.

Não sei exatamente o porque da emoção, porque no meu entender o país não está lá estas coisas, mas simplesmente a possibilidade de poder participar de uma escolha que vai de uma forma ou de outra determinar o rumo da minha vida e de outras tantas milhões de pessoas é incrível.

É do que gosto. Participar das decisões. Principalmente quando envolve a mim ou minha família.

Que seja o que Deus quiser.

Mas claro que eu torço prá um, não é? Mas não declaro nem sob tortura.

Eu tô cheia

Conseguiram me encher o pote.

Que eu já estava cansada do que anda acontecendo atualmente no brasil, todos já devem saber. Até porque, com certeza, você também deve estar muito estressado com tudo. Ou não?

Agora, porém, as coisas estão chegando num ápice que está me deixando sem dormir.

Esta gripe, a suína, está aí com tudo. E não me venha o sr. Ministro da Saúde dizer que tá tudo bem, tudo sob controle, que é óbvio que as coisas não estão.

Como podemos conceber que hoje, em pleno século 21, alguém morra por causa de uma gripe? Ah, mas a gripe normal também mata. Mata, sim, mas será que com a agilidade que esta gripe suína tem mostrado?

Como é que eu posso aceitar que tantas crianças e grávidas estejam morrendo? Com os postos de saúde entupidos de gente. Nos hospitais gente saindo pelo ladrão?

E os srs deputados, solicitando que o posto de saúde da câmara receba doses do remédio tamiflu, porque é “trabalhoso” ir buscar o remédio nos postos (como se eles levantassem suas maravilhosas bundinhas da cadeira prá ir buscar), alegando que o posto atende também o público que frequenta a cas, em caso, claro, de emergência?

Pessoal, então, vamos todos correr pro posto de saúde da câmara. Lá vai ter o tamiflu. Todo mundo que está mal, corre pro posto que os srs. deputados mandarão os médicos lhes atender.

Que é isso? Onde estamos?

Chega.

Chorei a noite por medo que meus filhos estejam com a maldita gripe. Eles nem foram prá aula. Afinal, um tem problemas cardíacos, a outra tem asma. Eu e meu marido também somos cardíacos. Que dizer, estamos todos no grupo de risco.

Pensei em me mudar prá brasília. Mas o cheiro daquela cidade deve estar cada vez mais horrível. Cheiro de podre. De coisa estragada. De carniça.

Quero ir embora deste país. E cada vez mais meu pensamento se firma nisso.

Não quero meus filhos vivendo esta sordidez.É muita podridão. E por que não fico e ajudo a mudar as coisas? Porque estou cheia. Cansada. Horrorizada. E temo pelos meus.

E olha, prá quem notou que escrevi brasil, câmara dos deputados e outras palavras que normalmente se escreve com letras maíusculas, com minúsculas, é porque este país não merece mais o meu respeito. Este vai ser meu grito. brasil.Com letra minúscula, seja no começo, meio ou fim de alguma frase.

País que não merece mais o meu coração, meus melhores sentimentos, meu respeito.

E para aqueles srs, desejo de todo o coração, que a eles, ou a algum dos seus, a gripe lhes pegue, e os faça sofrer por tudo que outros sofreram.