A Linda Lua Cheia

Moro em frente ao mar. Numa praia linda.

Sol nas janelas, brisa e cheiro do mar, aquele barulhinho de ondas quebrando embalando meu sono.

E uma lua que quando está cheia, me faz a gentileza de se colocar em frente a minha janela.

Esta descrição parece começo de romance água com açúcar, mas juro, é o meu lugar.

Hoje, por exemplo, 16 de setembro de 2008, mais ou menos 20.30h (meu relógio está sempre errado e outro dia explico) e a lua está esplendorosa.

Está frio, mas vale a pena ficar na sacada olhando prá ela, refletindo num mar que parece uma piscina, com a superfície da água tranquila. É de enlouquecer.

E lembrar do Criador de tudo isto.

Agradeço diariamente a Deus por esta criação maravilhosa.

Embora tenha eu medo do mar, olhar prá ele, principalmente com a lua refletindo, é como ficar olhando uma obra de arte pendurada em minha janela, e sabendo que a obra que estou admirando é a mais perfeita que existe.

Sem erros. Sem nada a ser reparado. Perfeita.

E esta lua.

Ah, a lua.

Que continue a ser cantada em verso e prosa, que ela merece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *